Lava-jato

Força-tarefa pode renunciar se lei de abuso entrar em vigor,

01 Dez 2016 - 10h23
Os procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato repudiaram o que chamam de ataque feito pela Câmara contra as investigações e a independência dos promotores, procuradores e juízes. Em entrevista em Curitiba, nesta quarta-feira (30), eles criticaram as mudanças no pacote anticorrupção, que foi aprovado pelos deputados durante a madrugada.

O procurador do Ministério Público Federal (MPF) Carlos dos Santos Lima chegou a dizer que a força-tarefa ameaça abandonar os trabalhos se a "proposta de intimidação de juízes e procuradores" for sancionada. Uma emenda feita pelo PDT – e incluída nesta terça no pacote – prevê as condutas pelas quais juízes e membros do Ministério Público poderão responder por abuso de autoridade. Informações do G1

Matérias Relacionadas

Futebol

Flamengo e Fluminense estão na final da Taça Rio

Tricolor empatou com Botafogo e Rubro-Negro derrotou Volta Redonda
Flamengo e Fluminense estão na final da Taça Rio
Saúde

Saiba como funcionam os testes para detectar a covid-19

Testes mais usados são os rápidos ou sorológicos e os moleculares
Saiba como funcionam os testes para detectar a covid-19
Economia

Caixa deposita saque emergencial do FGTS para nascidos em fevereiro

Valor será creditado nesta segunda-feira (6) pelo banco
Caixa deposita saque emergencial do FGTS para nascidos em fevereiro
Saúde

Anvisa autoriza testes para outra vacina contra covid-19

Medicamento será o segundo do tipo a ser testado no Brasil
Anvisa autoriza testes para outra vacina contra covid-19
Ver mais de Brasil