Eleições 2020
Futebol

Flu melhora na etapa final, vence o Ypiranga e avança na Copa do Brasil

28 Jul 2016 - 15h16
Cícero e Magno Alves foram os autores dos gols do Tricolor das Laranjeiras, que resolveu a parada na segunda etapa da partida, após as substituições feitas pelo técnico.

Agora o clube das Laranjeiras aguarda para conhecer seu próximo adversário no sorteio que será realizado pela CBF na próxima terça-feira, dia 2 de agosto. Antes, o Flu volta as atenções para o Campeonato Brasileiro e enfrenta no domingo a Ponte Preta, no próximo domingo às 11h, no Giulite Coutinho.

O JOGO

A primeira etapa foi do jeito que o Ypiranga desejava. Com a linha de defesa bem postada, o time gaúcho não deu espaços para o adversário. O Tricolor teve a posse de bola, mas não soube o que fazer com ela, abusando das bolas alçadas na área. Com uma escalação conservadora - Douglas, Cícero e Edson iniciaram a partida -, o Fluminense viu o tempo passar sem ameaçar o rival.

Gustavo Scarpa, que voltou a atuar depois de 21 dias, foi o único a criar jogadas de perigo. O camisa 40, que começou o jogo pelo lado direito, levou a bola para o meio e arriscou chute de fora da área, mas Carlão fez boa defesa. Scarpa ainda tentou surpreender em cobrança de escanteio fechada. O camisa 1 do Ypiranga mostrou estar atento e impediu o que seria um gol olímpico.

Em poucos oportunidades o time mandante ainda soube aproveitar os espaços dados pela defesa do Fluminense, especialmente pelo lado defendido por William Matheus. Na chance mais clara, João Paulo ficou frente a frente com Diego Cavalieri, mas a posição de impedimento já havia sido marcada.

Precisando de um gol para avançar, Levir Culpi abriu mão de Edson e colocou Wellington em campo. O atacante, revelado em Xerém, reestreou pelo clube e mudou o jogo. Veloz e hábil, o camisa 11 fez o que quis com a zaga adversária e só não fez o gol por pouco, finalizando rente à trave ou parando em Carlão.

O Tricolor, de tanto insistir na bola aérea, acabou recompensado. Scarpa cobrou a falta e a zaga afastou. Henrique Dourado, que pouco participou da partida, levantou de novo e encontrou Renato Chaves livre. O zagueiro escorou para Cícero, que completou de pé esquerdo e fez o gol do Tricolor.

Precisando virar o placar para avançar - ou empatar em 1 a 1 para forçar as penalidades -, o Ypiranga abandonou a postura defensiva. De quebra, deu mais espaços ao Fluminense, que soube aproveitar e matou o jogo. Há poucos minutos em campo, Magno Alves recebeu de Scarpa e cabeceou com estilo para fazer 2 a 0 no Colosso da Lagoa e sacramentar a classificação do Flu

Matérias Relacionadas

Economia

Pix poderá ser usado para recolhimento do FGTS

A nova possibilidade poderá ser usada em 2021
Pix poderá ser usado para recolhimento do FGTS
Economia

Confiança do Consumidor tem primeira queda desde maio

Pesquisa foi feita pela Fundação Getulio Vargas
Confiança do Consumidor tem primeira queda desde maio
Educação

Censo mostra que ensino a distância ganha espaço no ensino superior

Em 2018, as matrículas dos calouros representavam 39,8% do total
Censo mostra que ensino a distância ganha espaço no ensino superior
Esportes

Jaraguá e Tubarão empatam no clássico catarinense

Empate mantém a equipe do Tubarão na liderança do Grupo C, enquanto o Jaraguá sobe para o quinto lugar.
Jaraguá e Tubarão empatam no clássico catarinense
Ver mais de Brasil