105 Ouça
Olimpíada

Etíope Ayana destrói recorde mundial e ganha ouro nos 10 mil

12 Ago 2016 - 15h26
Ela deixou para trás a compatriota Tirunesh Dibaba, bicampeã olímpica que tentava seu terceiro e inédito título. Dibaba ficou com a medalha de bronze. O recorde anterior era da sua irmã Genzebe Dibaba que marcou 29min31s.

Logo no início da corrida, formou-se um bloco com seis corredoras na prova. A partir da metade da prova, Ayana passou a abrir distância das rivais, e disparou. A queniana Cheruiyot ficou na segunda posição também com larga distância mesmo para Dibaba.

A partir dos 5 mil, Ayana correu praticamente sozinha atrás do recorde. Ele abaixou em 50 segundos seu melhor tempo para os 10 mil, já que sua marca mais significativa antes era 30min07.

Isso porque Ayana, na verdade, é uma especialista nas provas de 3 mil e 5 mil metros. Ela foi medalha de ouro dos 5 mil no Mundial em Pequim-2015. Ela esteve perto de bater o recorde mundial dos 5 mil - que é de Tirunesh Dibaba. Seu tempo foi apenas 1 segundo superior.

 
GNet

Matérias Relacionadas

Saúde

STF suspende julgamento que proíbe demissão de não vacinados

A análise da portaria foi iniciada ontem em plenário virtual
STF suspende julgamento que proíbe demissão de não vacinados
Saúde

Rio Grande do Sul confirma caso de infecção pela variante Ômicron

Mulher voltou de viagem à África do Sul na semana passada
Rio Grande do Sul confirma caso de infecção pela variante Ômicron
Geral

WEG fornece Powertrain para ônibus elétrico da Marcopolo

Fabricação do ônibus Attivi reforça a capacidade da indústria nacional em transformar o Brasil em um player global de veículos de transporte urbano elétricos
WEG fornece Powertrain para ônibus elétrico da Marcopolo
Segurança

Criança pede socorro em prova: 'meu pai bate na minha mãe'

Menina de 13 anos que escreveu o pedido de ajuda está em um abrigo sob responsabilidade do Conselho Tutelar, junto com os três irmãos.
Criança pede socorro em prova: 'meu pai bate na minha mãe'
Ver mais de Brasil