Eleições 2020
Brasil

Espanha cala a torcida e impõe às meninas do Brasil a 1ª derrota

10 Ago 2016 - 14h40
A torcida empurrou, o time brasileiro vibrou e não se entregou em momento algum. Mas, do outro lado, estava a Espanha. Medalhistas de bronze em Londres 2012, as europeias quebraram o encanto da seleção feminina de handebol, calaram a torcida e venceram por 29 a 24 nesta quarta-feira, na Arena do Futuro; fizeram as meninas conhecerem a primeira derrota na Olimpíada do Rio.

Preciso nos dois primeiros jogos, o Brasil não funcionou bem, principalmente no ataque. E sofreu com um dia inspirado da goleira Navarro e da armadora Cabral, que destruiu ofensivamente e deu muito trabalho ao lado de Pena, autora de oito gols nas redes de Babi e Mayssa.

Uma vitória garantiria as brasileiras nas quartas de final, mas a derrota não é um pesadelo. Com mais dois duelos pela frente, contra Angola e Montenegro, o Brasil precisa vencer um jogo ou até empatar um deles para ficar entre os quatro e avançar para o mata-mata dependendo da combinação de resultados do Grupo A. O primeiro confronto decisivo será na sexta-feira, diante das angolanas, até agora a grande surpresa da Olimpíada. O jogo será às 9h30, na Arena do Futuro.

 

 

Fonte: jornal O Globo.

Matérias Relacionadas

Esportes

Jaraguá e Tubarão empatam no clássico catarinense

Empate mantém a equipe do Tubarão na liderança do Grupo C, enquanto o Jaraguá sobe para o quinto lugar.
Jaraguá e Tubarão empatam no clássico catarinense
Educação

Correios e MEC preparam a entrega de 197 milhões de livros didáticos

Serão entregues 197 milhões de livros em municípios de todo o país
Correios e MEC preparam a entrega de 197 milhões de livros didáticos
Geral

Huawei avança em energia solar no Brasil e mira em baterias

A empresa é alvo de polêmicas relacionadas à tecnologia 5G
Huawei avança em energia solar no Brasil e mira em baterias
Economia

IBGE: número de desempregados chega a 13,5 milhões em setembro

Aumento foi de 4,3% no mês e de 33,1% desde maio, mostra pesquisa
IBGE: número de desempregados chega a 13,5 milhões em setembro
Ver mais de Brasil