Eleições 2020
Brasil

Eduardo Suplicy é o vereador mais votado do país

03 Out 2016 - 11h43
Com mais de 300 mil votos recebidos, Eduardo Suplicy (PT-SP) foi o vereador mais votado nas eleições deste domingo (2). O ex-senador ficou em primeiro lugar entre os candidatos em São Paulo, maior colégio eleitoral do país. Porém, proporcionalmente, os 5,62% recebidos por ele de eleitores não foi a maior votação entre vereadores de capitais brasileiras.

O vereador com maior porcentagem de votação entre as capitais do país é de Maceió. Produtor de filmes adultos, Lobão (PR-AL) se elegeu com 24.969 votos. O número representa 6,01% do total de votos da cidade. O jornalista Jorge Kajuru (PRP-GO) também teve uma porcentagem de votos maior que a de Suplicy: 5,65%. Confira a lista dos vereadores mais votados do país:
Vereadores mais votados do país

1.Eduardo Suplicy (PT) (São Paulo) - 301.446 (5,62%)

2.Milton Leite (DEM) (São Paulo) - 107.957 (2,01%)

3.Carlos Bolsonaro (PSC) (Rio de Janeiro) - 106.657 (3,65%)

4.Tarcísio Motta (PSOL) (Rio de Janeiro) - 90.473 (3,10%)

5.Tripoli (PV) (São Paulo) - 88.843 (1,66%)

6.Conte Lopes (PP) (São Paulo) - 80.052 (1,49%)

7.Mario Covas Neto (PSDB) (São Paulo) - 75.593 (1,41%)

8.Cesar Maia (DEM) (Rio de Janeiro) - 71.468 (2,45%)

9.Eduardo Tuma (PSDB) (São Paulo) - 70.273 (1,31%)

10.Adilson Amadeu (PTB) (São Paulo)- 67.071 (1,25%)
Vereadores com maior % de votos em capitais

1.Lobão (PR) (Maceió) - 24.969 (6,01%)

2.Jorge Kajuru (PRP) (Goiás) -     37.796 (5,65%)

3.Eduardo Suplicy (PT) (São Paulo) - 301.446 (5,62%)

4.Pedrão (PP) (Florianópolis) -     11.197 (4,63%)

5.Fabrício Gandini (PPS) (Vitória) - 7.611 - (4,21%)

6.Carlos Bolsonaro (PSC) (Rio de Janeiro) - 106.657 (3,65%)

7.Tereza Nelma (PSDB) (Maceió) - 14.991 - (3,61%)

8.Denninho (PPS) (Vitória) - 6.167 - (3,41%)

9.Iran Barbosa (PT) (Aracaju) - 8.809 - (3,18%)

10.Tarcísio Motta (PSOL) (Rio de Janeiro) - 90.473 (3,10%)
Vereador com menor % de votos

O coeficiente eleitoral (que passa votos de candidatos com muitos votos para pessoas do partido) também auxilia que candidatos sem muitos votos ganhem a eleição. No país, o candidato com menor porcentagem de votos que se elegeu é Italo Ciba (PT do B-RJ). De acordo com dados do TSE, ele teve 6.023 votos. O número representa 0,21% dos votos válidos no Rio de Janeiro.

Entre os dez vereadores que se elegeram com menos votos, cinco são do Rio de Janeiro, dois de São Paulo, dois de Belo Horizonte e um de Fortaleza. Entre partidos, quatro são do PHS, dois são do PSOL. PT do B, PPS e PSC têm um eleito cada.

Menos votados e eleitos (capitais)

Menos votados e eleitos (capitais)

1.Italo Ciba (PT do B) (Rio de Janeiro) 6.023 (0,21%)

2.Sâmia Bonfim (PSOL) (São Paulo)     12.464 (0,23%)

3.David Miranda (PSOL) (Rio de Janeiro) 7.012 (0,24%)

4.Osvaldo Lopes (PHS) (Belo Horizonte) 3.018 (0,25%)

5.Dummar Ribeiro (PPS) (Fortaleza) 3.115 (0,25%)

6.Otoni de Paula Jr. (PSC) (Rio de Janeiro) 7.801 (0,27%)

7.Zico Bacana (PHS) (Rio de Janeiro)     7.932 (0,27%)

8.Osvaldo Lopes (PHS) (Belo Horizonte) 3.341 (0,28%)

9.Zé Turin (PHS) (São Paulo) 14.957 (0,28%)

10.Jair da Mendes Gomes (PMN) (Rio de Janeiro) 8.112 (0,28%)

 

As informações são da

Agência Brasil

Matérias Relacionadas

Eleições 2020

Tire suas dúvidas sobre as eleições municipais

Na microrregião, mais de 181,9 mil eleitores devem ir urnas neste ano.
Tire suas dúvidas sobre as eleições municipais
Economia

Confaz divulga nova tabela de preços médios de combustíveis

Decisão saiu no Diário Oficial de hoje
Confaz divulga nova tabela de preços médios de combustíveis
Economia

Confiança do comércio recua 3,8 pontos em outubro, diz FGV

Indicador passou para 95,8 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos
Confiança do comércio recua 3,8 pontos em outubro, diz FGV
Economia

Mercado financeiro eleva projeção da inflação para 2,99%

Produto Interno Bruto (PIB) deve crescer 3,42% em 2021
Mercado financeiro eleva projeção da inflação para 2,99%
Ver mais de Brasil