Unimed - Capa
Senado

Diretor da Polícia do Senado sai da cadeia

26 Out 2016 - 10h31
O diretor da Polícia do Senado, Pedro Ricardo Araújo Carvalho, preso na última sexta-feira (21) na Operação Métis, da Polícia Federal, foi libertado por volta da 0h desta quarta-feira (26), informou a PF.

Na sexta, ele teve decretada a prisão temporária (cinco dias, prorrogáveis por mais cinco). O período de cinco dias terminava nesta quarta-feira e a prorrogação não foi solicitada – a PF não informou o motivo.

Na Operação Métis, os policiais federais prenderam Carvalho e outros três policiais legislativos, suspeitos de prestar serviço de contrainteligência para ajudar senadores investigados na Operação Lava Jato. A PF investiga as varreduras que o grupo fazia nas casas dos políticos para identificar e eliminar escutas instaladas com autorização judicial. Os outros três presos já tinham sido liberados.

No depoimento que prestou à PF nesta segunda, Carvalho revelou que, quando presidia a Câmara, o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) pediu – e policiais legislativos fizeram – uma varredura na residência oficial da presidência da Casa.

 

G1

Matérias Relacionadas

Economia

Agências do INSS não funcionam hoje

Ponto facultativo do Dia do Servidor Público foi transferido
Agências do INSS não funcionam hoje
Saúde

Covid-19: governo brasileiro se reúne com cinco laboratórios

Ministério da Saúde coletou detalhes técnicos dos estudos em andamento
Covid-19: governo brasileiro se reúne com cinco laboratórios
Economia

Gerente da Sicredi explica sobre o Pix

Todas as pessoas e empresas com conta corrente, poupança ou conta de pagamento pré-paga em uma das instituições aprovadas pelo Banco Central já podem fazer transferências pelo novo sistema
Gerente da Sicredi explica sobre o Pix
Esportes

Brasileiro: mesmo com 0 a 0, Vasco deixa a zona do rebaixamento

Time carioca enfrentou Fortaleza em partida atrasada
Brasileiro: mesmo com 0 a 0, Vasco deixa a zona do rebaixamento
Ver mais de Brasil