GNet
lei do direito de resposta na mídia

Dilma sanciona com veto lei do direito de resposta na mídia

12 Nov 2015 - 15h37
O texto determina o direito de resposta à pessoa (física ou jurídica) ofendida por qualquer reportagem, nota ou notícia “divulgada por veículo de comunicação social, independentemente do meio ou plataforma de distribuição, publicação ou transmissão que utilize, cujo conteúdo atente, ainda que por equívoco de informação, contra a honra, intimidade, reputação, conceito, nome, marca ou imagem”.

Foi vetado o parágrafo que afirmava que o ofendido poderia requerer o direito de resposta ou retificação pessoalmente nos veículos de rádio e televisão, que havia sido alvo de divergência entre a Câmara e o Senado.

A lei 13.888, de 11 de novembro de 2015, afirma que a resposta poderá ser divulgada, publicada ou transmitida no mesmo espaço, dia da semana e horário em que ocorreu o agravo e deverá ser exercida no prazo de 60 dias, “contados da data de cada divulgação, publicação ou transmissão da matéria ofensiva”.

EBC BRASIL
GNet

Matérias Relacionadas

Saúde

Liberado certificado para quem tomou vacinas diferentes

A emissão poderá ser realizada por meio do aplicativo ConecteSUS
Liberado certificado para quem tomou vacinas diferentes
Economia

Dólar cai e bolsa reduz perdas após discurso do ministro da Economia

Apesar de alívio, Ibovespa teve pior semana desde início da pandemia
Dólar cai e bolsa reduz perdas após discurso do ministro da Economia
Segurança

Buscas em Brumadinho completam mil dias

Mar de lama da Vale causou 270 mortes e culpados ainda não foram punidos.
Buscas em Brumadinho completam mil dias
Jaraguá do Sul

Cobra albina capturada em Jaraguá do Sul será enviada para o Butantan em SP

Alguns detalhes referentes a documentação estão sendo providenciados e a cobra deve ser encaminhada de avião para o instituto.
Cobra albina capturada em Jaraguá do Sul será enviada para o Butantan em SP
Ver mais de Brasil