Premix Concreto
Futebol

Diante do Avaí, Londrina quer recuperar pontos perdidos em casa

26 Jul 2016 - 15h07
O Avaí vinha em recuperação, mas a derrota para o Náutico voltou a deixar o time em situação preocupante, já que mas um tropeço pode reaproximar a zona de rebaixamento e afastar ainda mais o grupo de cima da classificação. Renato Silveira, expulso, e Rômulo, que recebeu o terceiro cartão amarelo, serão os desfalques para o técnico Silas montar a equipe catarinense.

Pelo Londrina, o técnico Cláudio Tencati será a obrigado a fazer algumas alterações no time, que vem de empate em casa diante do Sampaio Corrêa. O zagueiro Luizão, o volante Jumar e o meia Rafael Gava receberam o terceiro cartão amarelo e cumprem suspensão automática.

O zagueiro Matheus, com dores no posterior da coxa, deve ficar de fora. Everton Sena e Marcondes podem formar a dupla de zaga, já que Silvio não esta 100%, Na vaga de Rafael Gava, Rondinelly é a opção. Já Netinho poderia reaparecer, mudando o esquema, mas Bidia é o favorito.

"Temos o retorno de jogadores lesionados que não têm ritmo de jogo. A gente vai avaliar ali qual é o melhor para jogar ao lado do Everton Sena. O Rondinelly não jogou contra o Sampaio pelas circunstâncias da partida. Ao lado do Germano que vou ficar na questão se coloco mais um volante ou se vou colocar mais um meia", finalizou o treinador alviceleste.

Matérias Relacionadas

Segurança

PRF confirma 10 mortes em acidente com ônibus em Minas Gerais

Segundo a PRF, o ônibus tem placa de Alagoas, mas ainda não se sabe a origem, nem o destino da viagem.
Geral

Em live, Bolsonaro pede que população economize energia elétrica

Presidente alertou sobre baixo nível de reservatórios
Em live, Bolsonaro pede que população economize energia elétrica
Economia

PIB cresce 7,7% do segundo para o terceiro trimestre, diz IBGE

Apesar do crescimento, economia não recuperou perdas da pandemia
Saúde

Câmara aprova MP que destina R$ 1,995 bi para compra de vacina

Texto segue para votação no Senado
Câmara aprova MP que destina R$ 1,995 bi para compra de vacina
Ver mais de Brasil