Futebol

Demitido, Bento seguirá na folha salarial do Cruzeiro até o fim de 2017

26 Jul 2016 - 15h13
A demissão do técnico, confirmada nessa segunda-feira (25) pela assessoria de imprensa, encerra uma passagem de 75 dias pela Toca da Raposa II. O português, no entanto, receberá cerca de R$ 7 milhões do clube.

Conforme o antigo vínculo, o lusitano tem direito a embolsar R$ 400 mil mensais enquanto permanecer desempregado. A validade do acordo é até dezembro de 2017, quando se encerraria o compromisso. O gringo, portanto, permanece na folha de pagamento dos mineiros se não encontrar um novo time para dirigir neste período.

Como restam 17 meses para o término do acordo, Paulo Bento tem direito a receber R$ 6,8 milhões do Cruzeiro. O montante não inclui os demais membros da comissão técnica do português.

Os salários dos auxiliares Ricardo Peres e Sérgio Costa, do observador Vitor Silvestre e do preparador físico Pedro Pereira não entram na conta. O quarteto recebia R$ 130 mil por mês em Belo Horizonte.

A chegada de outro comandante – Mano Menezes – faz com que o clube tenha que pagar vencimentos de dois técnicos nos próximos meses. O gaúcho receberá cerca de R$ 500 mil por mês no retorno à Toca da Raposa II. O salário será semelhante ao de sua primeira passagem pelo clube, entre setembro e dezembro de 2015. A soma dos valores será de aproximadamente R$ 900 mil.

 

Matérias Relacionadas

Brasil

Planta unha-de-gato pode combater tumores, descobrem cientistas brasileiros

A planta está na lista medicinal do SUS há mais de 10 anos
Planta unha-de-gato pode combater tumores, descobrem cientistas brasileiros
Educação

Carregador de celular com energia solar é criado por alunos de 13 anos

Bruno Henrique Muniz Meira e Gabriel Guimarães Prates, ambos com 13 anos, estudam no 8º ano da Escola Estadual João Arruda Brasil
Carregador de celular com energia solar é criado por alunos de 13 anos
Geral

Brasileira selecionada para missão espacial poderá ser 1ª astronauta do país

Dos seis jovens escolhidos, entre profissionais de várias nacionalidades, cinco são mulheres
Brasileira selecionada para missão espacial poderá ser 1ª astronauta do país
Economia

Reforma tributária elevará PIB do país

Os economistas Bernard Appy e Paulo Rabello de Castro apresentaram propostas de reforma tributária, defenderam a simplificação do sistema atual e destacaram que a reforma vai elevar o Produto Interno Bruto (PIB) do país.
Reforma tributária elevará PIB do país
Ver mais de Brasil