Caraguá
Projeto

CPMF é rejeitada por relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias

14 Jul 2016 - 12h36
O senador Wellington Fagundes (PR-MT), relator do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), retirou a recriação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) da relação de possíveis fontes de arrecadação para o Orçamento do governo em 2017.

O relatório sobre o PLN 2/2016 deve ser votado nesta quarta-feira na Comissão Mista de Planos e Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO). Para o senador, diante do atual momento político-social, a volta do imposto é “improvável e inoportuna”. Em documento encaminhado ao ministro do Planejamento, Dyogo de Oliveira, Wellington observou que a manutenção da projeção de receita com base na CPMF “não contribui para a construção de um orçamento realista”.

O parlamentar defende ainda que a obtenção da meta orçamentária proposta pelo Executivo, que prevê déficit de R$ 139 bilhões, esteja amparada na redução dos gastos públicos e não represente a criação de novos impostos.

Para que a CPMF seja uma realidade a partir próximo ano, o Congresso teria de votar a medida até 31 de agosto, quando se encerra o prazo para encaminhamento do projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA).

 

 

Fonte - Agência Brasil

Matérias Relacionadas

Saúde

Covi-19: Ministro anuncia dose de reforço para profissionais de saúde

Aplicação extra ocorrerá a partir de seis meses da imunização completa
Covi-19: Ministro anuncia dose de reforço para profissionais de saúde
Geral

Gustavo Bardim participa da final do The Voice Kids neste domingo

Cantor guaramirense precisa do apoio da população, já que, o grande vencedor do reality show será decidido pelo público, através de votação pelo site GShow
Gustavo Bardim participa da final do The Voice Kids neste domingo
Esportes

CBF divulga tabela detalhada das semifinais da Copa do Brasil

Partidas de ida serão no dia 20 de outubro e volta ocorre no dia 27
Política

[Vídeo] Renan Calheiros e Jorginho Mello batem boca e trocam xingamentos na CPI

Senadores discutiram após relator da CPI afirmar que população tem a percepção de que governo Bolsonaro é corrupto
[Vídeo] Renan Calheiros e Jorginho Mello batem boca e trocam xingamentos na CPI
Ver mais de Brasil