Caraguá
Juros

Copom deve iniciar ciclo de corte de juros nesta quarta

19 Out 2016 - 10h10
O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central tem seu segundo dia de reunião nesta quarta-feira (19) e a expectativa dos economistas do mercado financeiro é de que, ao final dela, seja anunciada a redução dos juros básicos da economia, atualmente em 14,25% ao ano. Se confirmado, será o primeiro corte nos juros em quatro anos.

Apesar de grande parte dos economistas preverem uma redução na taxa Selic, não há consenso sobre o tamanho do corte. Alguns estimam uma diminuição de 0,25 ponto percentual, para 14% ao ano. Outros preveem um corte mais ousado, de 0,50 ponto percentual, o que levaria a Selic para 13,75% ao ano.

O Copom deve anunciar a nova taxa de juros por volta das 18h desta quarta.

Para os economistas dos bancos, este será o primeiro de uma série de cortes nos juros básicos da economia. A estimativa é de que o Copom, que se reúne a cada 45 dias, continuará a reduzir a Selic até setembro de 2017, quando a taxa deverá estar, pelas previsões, em 11% ao ano.

 

G1

Matérias Relacionadas

Saúde

Covi-19: Ministro anuncia dose de reforço para profissionais de saúde

Aplicação extra ocorrerá a partir de seis meses da imunização completa
Covi-19: Ministro anuncia dose de reforço para profissionais de saúde
Geral

Gustavo Bardim participa da final do The Voice Kids neste domingo

Cantor guaramirense precisa do apoio da população, já que, o grande vencedor do reality show será decidido pelo público, através de votação pelo site GShow
Gustavo Bardim participa da final do The Voice Kids neste domingo
Esportes

CBF divulga tabela detalhada das semifinais da Copa do Brasil

Partidas de ida serão no dia 20 de outubro e volta ocorre no dia 27
Política

[Vídeo] Renan Calheiros e Jorginho Mello batem boca e trocam xingamentos na CPI

Senadores discutiram após relator da CPI afirmar que população tem a percepção de que governo Bolsonaro é corrupto
[Vídeo] Renan Calheiros e Jorginho Mello batem boca e trocam xingamentos na CPI
Ver mais de Brasil