GNet
PMDB

Conselho de Ética da Câmara pode instalar processo contra Cunha nesta terça

03 Nov 2015 - 17h12

O processo para apurar suposta quebra de decoro parlamentar do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha do PMDB do Rio de Janeiro, deve ser instalado pelo Conselho de Ética da Casa na tarde desta terça-feira. A representação que pede a cassação do mandato de Eduardo Cunha chegou ao conselho de ética na última quarta-feira, dia 28. O pedido foi feito por parlamentares do Psol e da Rede, sob alegação de que o deputado mentiu em depoimento à CPI da Petrobras, ao dizer que não tinha dinheiro em contas no exterior. Já que, de acordo com informações, repassadas por autoridades suíças à Procuradoria-Geral da República, Eduardo Cunha, usou documentos pessoais, incluindo cópias de seu passaporte e da mulher, para abrir contas secretas na Suíça. Se iniciado o processo nesta terça, haverá a escolha, por sorteio, de três nomes de possíveis relatores. Os deputados que forem do mesmo partido ou estado de Cunha ficarão de fora do sorteio. A escolha final será do presidente do conselho, deputado José Carlos Araújo (PSD-BA). De acordo com o presidente do Conselho de Ética, se for levado adiante, o processo poderá levar até 90 dias úteis. Entre as punições previstas, caso Cunha seja condenado, há desde advertência verbal até cassação do mandato.

GNet

Matérias Relacionadas

Segurança

Zé do Trovão passa por audiência de custódia em Joinville

Ele permanece preso, isolado dos outros detentos.
Zé do Trovão passa por audiência de custódia em Joinville
Economia

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio acumulado em R$ 33 milhões

A aposta simples, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50
Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio acumulado em R$ 33 milhões
Política

Três ministros do TSE votam contra cassação da chapa Bolsonaro-Mourão

Julgamento será retomado na quinta-feira
Três ministros do TSE votam contra cassação da chapa Bolsonaro-Mourão
Geral

Morre no Rio, aos 75 anos, o autor de novelas Gilberto Braga

Ele escreveu obras clássicas da TV, como Dancin' Days
Morre no Rio, aos 75 anos, o autor de novelas Gilberto Braga
Ver mais de Brasil