Salários

Congresso deve votar hoje Orçamento de 2017 com salário mínimo de R$ 945,80

14 Dez 2016 - 11h41
Reta final nos trabalhos do Congresso antes do recesso parlamentar. O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), convocou para hoje (14), às 11h, sessão do Congresso para concluir a votação dos destaques da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).
O texto principal foi aprovado em agosto já com a previsão do teto de gastos públicos.
À tarde, está prevista uma nova sessão do Congresso, dessa vez, para votar a proposta orçamentária para 2017. A previsão é de que o relatório seja votado, na comissão mista, nesta manhã e, em seguida, vá para o plenário.
Pelo texto, que também já conta com a previsão do limite de gastos públicos, no ano que vem, o salário mínimo será R$ 945,80.
A inflação deverá ser de 4,8% e o Produto Interno Bruto (PIB) – soma de todas as riquezas produzidas no país - tem previsão de crescimento de 1,3%.
Além disso, o relator, Eduardo Braga (PMDB-AM), previu recursos de R$ 125 bilhões para a saúde e R$ 85 bilhões para a educação.
Ontem (13), o Senado aprovou os projetos que tratam do extrateto, que acaba com os chamados supersalários no serviço público. Pelo texto, não poderão ser pagas remunerações acima do teto dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), que hoje é de R$ 33,7 mil.
Os limites estaduais e municipais também devem ser obedecidos.
Ficam dentro do limite, também, o servidor que estiver cedido a outro órgão e o limite é aquilo que a pessoa recebe, mesmo que venha de mais de um emprego, cargo ou aposentadoria.
A proposta segue agora para análise da Câmara.

 

Agência Brasil

Matérias Relacionadas

Saúde

Anvisa autoriza testes para outra vacina contra covid-19

Medicamento será o segundo do tipo a ser testado no Brasil
Anvisa autoriza testes para outra vacina contra covid-19
Geral

Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 33 milhões

A quina teve 75 apostas vencedoras cada uma receberá R$ 36.939,97
Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 33 milhões
Economia

IBGE mostra 83,5 milhões de ocupados na segunda semana de junho

Resultado aponta estabilidade ante a semana anterior
IBGE mostra 83,5 milhões de ocupados na segunda semana de junho
Geral

Governo destinará R$ 500 milhões para proteger mata nativa da Amazônia

Programa Floresta+ começa com projeto-piloto no Norte do país
Governo destinará R$ 500 milhões para proteger mata nativa da Amazônia
Ver mais de Brasil