Banner Proauto
Trânsito

Confira os novos valores das multas a partir do dia 1º de novembro

27 Out 2016 - 10h39
O Detran publicou as alterações no Código de Trânsito Brasileiro, a entrarem em vigor a partir do próximo dia 1 de novembro. A Lei 13.281/16 alterou vários artigos do CTB que, afetam diretamente o motorista infrator.

As mudanças deixam mais elevados os valores das multas em seus variados níveis de classificação.

 



A penalidade de suspensão do direito de dirigir é imposta sempre que o infrator, no período de doze meses, atinge 20 pontos na CNH ou por transgressão às normas cujas infrações preveem a penalidade de suspensão direta do direito de dirigir, como é o caso de dirigir sob efeito de álcool, disputar racha, forçar passagem entre veículos que estejam ultrapassando, entre outras.

O motorista também deve ficar atento às infrações de trânsito consideradas mais comuns, mas que, a partir da semana que vem, vão pesar mais no bolso.



 

Embriaguez terá valor reajustado em R$ 1 mil

Uma das infrações que terá um peso maior no bolso do motorista é por dirigir embriagado. De acordo com os boletins de ocorrências do 14º Batalhão de Polícia Militar, divulgados para a imprensa, somente no mês de outubro mais de 20 motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool. Alguns flagrantes ocorreram após acidentes de trânsito.

Até então, a infração por embriaguez (Lei Seca) gerava normalmente uma multa gravíssima acrescida dez vez o valor, totalizando R$ 1.915,40. A partir do dia 1 de novembro, quem for flagrado embriagado pagará R$ 2.934,70 pela infração.

 

 

 

 

 

 

 

 

As multas podem ser Multiplicadas por até dez vezes dependendo da gravidade da infração.



Usar celular é infração gravíssima

Uma das infrações mais cometidas pelos brasileiros será agravada. Segurar ou manusear o celular passa a ser considerada infração gravíssima.

A distração com o celular aumenta em 400% o risco de acidentes segundo estudo recente do Departamento de Trânsito dos Estados Unidos. Neste caso, a multa por manusear ou falar passa de R$ 85,13 para R$ 293,47.

 

Recusa ao bafômetro

Motoristas que se recusarem a se submeter a teste do bafômetro, exame clínico, perícia ou outro procedimento que permita certificar a influência de álcool ou outra substância, será aplicada a multa de dez vezes o valor base e, em caso de reincidência no período de doze meses, a penalidade será aplicada em dobro.

Estacionamento especial

A partir de novembro desrespeitar as vagas exclusivas de estacionamento para pessoas com deficiência ou idosos será uma infração gravíssima e não mais grave como é atualmente. Com os valores já reajustados, a multa será de R$ 293,47.

Mudam as regras para os limites de velocidade

Em vias não sinalizadas, há novos valores para os limites de velocidade.



 
GNet

Matérias Relacionadas

Economia

SC demanda R$ 18,5 bilhões até 2025 para obras de infraestrutura de transportes

O presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, disse que Santa Catarina precisa de um planejamento integrado e sistêmico da macrologística para o curto, médio e longo prazos
SC demanda R$ 18,5 bilhões até 2025 para obras de infraestrutura de transportes
Economia

Multinacional catarinense, Bold encerra 2021 com abertura de novas filiais

Como resultado de ações estratégicas, a empresa registra um crescimento próximo aos 40%, em 2021
Multinacional catarinense, Bold encerra 2021 com abertura de novas filiais
Política

Barroso pede manifestação do governo sobre passaporte da vacina

Ação quer tornar obrigatória adoção de recomendações da Anvisa
Barroso pede manifestação do governo sobre passaporte da vacina
Economia

Após fala de Bolsonaro, Petrobras afirma que não há decisão sobre ajustes nos preços de combustíveis

Petrobras publicou uma nota nesta segunda-feira (6)
Após fala de Bolsonaro, Petrobras afirma que não há decisão sobre ajustes nos preços de combustíveis
Ver mais de Brasil