GNet
Fundação Getulio Vargas

Confiança do consumidor cresce 1,3% em novembro, diz FGV

25 Nov 2015 - 13h28
Confiança do consumidor cresce 1,3% em novembro, diz FGV -

É a primeira alta depois de seis quedas consecutivas do indicador com ajuste sazonal, ou seja, com ajuste para compensar diferentes cenários econômicos apresentados em cada mês em razão de comemorações festivas e feriados.


O índice alcançou 76,7 pontos, nível extremamente baixo em termos históricos, segundo a FGV. A mudança entre outubro e novembro foi provocada por melhoria na previsão dos consumidores em relação aos próximos meses.

O Índice de Expectativas, subíndice do ICC que avalia o opinião dos consumidores em relação ao futuro, cresceu 2,1%, principalmente devido ao grau de otimismo com a economia nos próximos seis meses. A parcela de consumidores que projetam melhora da economia avançou de 14% em outubro para 14,1% em novembro, enquanto aqueles que preveem piora caíram de 43,5% para 39,9% no período.

Já a confiança do consumidor no momento presente, medido pelo Índice da Situação Atual, outro subíndice do ICC, ficou relativamente estável, ao variar apenas 0,2%.

Fonte: Agência Brasil

GNet

Matérias Relacionadas

Economia

Petrobras anuncia mais um aumento da gasolina e diesel

Preço da gasolina sobe R$ 0,21 e o diesel sobe R$ 0,28
Petrobras anuncia mais um aumento da gasolina e diesel
Geral

Facebook derruba live de Bolsonaro

Presidente associou a vacina contra a covid-19 ao desenvolvimento mais rápido da Aids
Facebook derruba live de Bolsonaro
Geral

Caxias do Sul se inspira em Jaraguá para cumprir o Marco do Saneamento

Com mais de 520 mil habitantes, Caxias do Sul possui 10 Estações de Tratamento de Esgoto em funcionamento e será necessário construir outras seis unidades
Caxias do Sul se inspira em Jaraguá para cumprir o Marco do Saneamento
Economia

Presidente Bolsonaro afirma que governo não interferirá em preços

Governo discute futuro da Petrobras e não descarta privatização
Presidente Bolsonaro afirma que governo não interferirá em preços
Ver mais de Brasil