Delivery Much
Liga

Com apoio da CBFS, Liga Nacional de Futsal é lançada em SP

14 Jul 2014 - 13h43
Na sexta-feira (11/7) a competição foi fundada com seu Estatuto, obedecendo tudo previsto na Lei Federal 9.615/98. O evento ocorreu no auditório da Federação Paulista de Futsal (FPFS), reunindo clubes e a nova gestão da Confederação Brasileira de Futsal (CBFS).

Gestor desta nova etapa da Liga Futsal, Guilherme Brandão, conhecido como Palhinha, que também trabalha no Minas (MG), não poderia deixar de comemorar o feito. Tudo isso graças a um desejo também compartilhado com a atual presidência da CBFS, que tem Renan Tavares como presidente.

"Desde quando o Renan (Tavares) assumiu a presidência, em junho, ele se posicionou favorável e nos deu total apoio para realizarmos esse sonho. Tanto ele quanto a Louise (Bedê, vice-presidente de Administração da CBFS) não colocaram barreira nenhuma, pelo contrário, eles nos deram toda condição para realizarmos nosso trabalho. Antes do lançamento participamos de várias reuniões e a CBFS cumpriu com tudo o que havia sido prometido. Tivemos, por exemplo, acesso aos contratos que eram feitos para a Liga, até para saber o que temos de direitos e obrigações. Apesar dessa nova caminhada, é extremamente fundamental sabermos que por trás temos a retaguarda da CBFS. É praticamente um relacionamento de pai (CBFS) e filho (Liga)”, pontua, elogiando a postura da nova gestão da entidade.

Organização

Com a fundação do Estatuto, uma diretoria foi eleita para gerir os diferentes departamentos que surgem. O mais importante, como Palhinha aponta, é que os eleitos para cada função foram escolhidos com aclamação, além de terem a representatividade de cada um dos clubes.

“Nós nunca deixaremos de ser parceiros da CBFS, mas precisávamos caminhar com as próprias pernas. O legal é que saiu de forma harmoniosa, tanto com a nova gestão da Confederação como com os franqueados. Quem está assumindo os cargos sabe da importância e foram indicados pela assembleia, sendo aclamados de forma unânime. Além disso, aqueles que não foram indicados se dispuseram a trabalhar em prol da Liga, posso citar alguns como o André, da Krona (SC), o Reinaldo, do Brasil Kirin (SP), enfim, todos estão comprometidos. Houve consenso que é preciso trabalhar em prol de uma coisa só: o futsal. Sabemos dos deveres, das obrigações e temos um trabalho muito grande pela frente”, afirma

Histórico

Um dos que mais lutou para a autonomia da Liga Nacional foi o atual presidente da CBFS, Renan Tavares. Agora à frente da entidade máxima do futsal, Tavares pode concretizar o desejo, que também era partilhado pelos donos de franquias da competição.

"Acredito que este seja um marco na história do futsal brasileiro. A autonomia administrativa e financeira da Liga Nacional era um desejo de todos e estamos conseguindo concretizar este sonho. Ela terá condições de desenvolver-se cada vez mais, contribuindo dessa forma para o crescimento da modalidade no país", afirma o presidente da CBFS.

A competição terá sua rodada de estreia na próxima segunda-feira (14/7), com dois jogos. A partir das 19h15, o clássico catarinense entre Krona (SC) e Jaraguá (SC) tem bola rolando com transmissão ao vivo do canal por assinatura SporTV para todo o Brasil, direto do Centreventos Cau Hansen, em Joinville (SC). Na sequência é a vez de Corinthians (SP) e Blumenau/SCF (SC) disputarem seus primeiros pontos, no duelo que ocorre a partir das 19h30, no Ginásio do Parque São Jorge.

Nova diretoria da Liga Nacional de Futsal

PRESIDENTES E VICES:

Presidente: Valdecir Kortmann (Joinville);
Vice-presidente: Cladir João Darivar (Atlântico Erechim)
Vice-presidente administrativo: Vilson Fragoso (Umbro)
Vice-presidente técnico: Roberto D’ Estefano
Vice-presidente jurídico: Fausto Bittar (Corinthians)
Vice-presidente de marketing: Rogério Candur (Poker)

DIRETORES:
Diretor financeiro: Laércio Graça (São Caetano)
Diretor administrativo: Edson Sesma (Corinthians)
Diretor de Comunicação: André (Green Team/DF)
Diretor de arbitragem: Daniel Pomeroy
Diretor de patrimônio: Vincenzo Spedicatto (Orlândia)
Diretor de marketing: Felipe Drummond (Sorocaba)
Diretor técnico: José Carlos dos Santos
DConselho fiscal (suplentes)

CONSELHO FISCAL:
Alexandre Gaspar (São Paulo/FIB)
Carlos Silva (Orlândia)
Kleber Rangel (Jaraguá)

GESTOR:
Palhinha (Minas TC)
Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 22 milhões

A quina teve 75 ganhadores, com prêmio individual de R$ 32.688,93
Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 22 milhões
Política

Biden anuncia retorno dos EUA ao Acordo de Paris

Presidente também assinou decretos relacionados à imigração
Biden anuncia retorno dos EUA ao Acordo de Paris
Economia

Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano

Apesar de alta na inflação, BC decidiu não mexer na Selic
Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano
Economia

Copom deve manter juros básicos em 2% ao ano, dizem analistas

Resultado da reunião será divulgado no fim da tarde
Ver mais de Brasil