Estados

Chega a 18 o número de estados que podem receber parte da multa da repatriação

14 Nov 2016 - 10h36
A decisão provisória do Supremo Tribunal Federal (STF) que determina que o governo federal pague aos estados do Piauí e Pernambuco o valor das multas cobradas com a Lei da Repatriação (destinada à regularização de ativos do exterior não declarados à Receita Federal) foi estendida para mais 16 unidades federativas – Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Santa Catarina, Roraima, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Tocantins. A ministra Rosa Weber acatou o pedido feito em conjunto pelos governadores que querem uma fatia maior dos recursos arrecadados pela União.

Os estados e municípios já recebem parte do percentual de 15% de Imposto de Renda (IR) pago por contribuintes que, em troca de anistia, declararam os valores mantidos em contas no exterior. O valor da distribuição, feita de acordo com critérios definidos pelo Tribunal de Contas da União (TCU), alcançou R$ 4,02 bilhões (21,5% dos R$ 46,8 bilhões arrecadados). Mas governadores já haviam sinalizado que iriam em busca de parcela da multa.

 

Agência Brasil

Matérias Relacionadas

Economia

Nascidos em fevereiro podem sacar auxílio emergencial do 3º lote

Recursos são transferidos automaticamente para as contas indicadas
Nascidos em fevereiro podem sacar auxílio emergencial do 3º lote
Futebol

Fluminense será o mandante da partida final da Taça Rio

Campeão estadual pode ser conhecido nesta quarta feira, 8
Fluminense será o mandante da partida final da Taça Rio
Política

Bolsonaro faz exame de covid-19; resultado sai nesta terça

Informação foi divulgada pela Secretaria de Comunicação Social
Bolsonaro faz exame de covid-19; resultado sai nesta terça
Saúde

Brasil tem 65,4 mil mortes causadas pela covid-19

Do total de infectados, 927.292 já se recuperaram
Brasil tem 65,4 mil mortes causadas pela covid-19
Ver mais de Brasil