caragua
caragua mobile
PF

Chefe da Casa Civil de MG é alvo de nova fase da Operação Acrônimo

23 Set 2016 - 10h53
A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (23) uma nova fase da Operação Acrônimo. Agentes foram às ruas logo no início da manhã. O secretário de Estado de Casa Civil e de Relações Institucionais de Minas, Marco Antônio de Rezende Teixeira, é um dos alvos desta fase da operação. Contra ele, há um mandado de condução coercitiva.


Também há mandado de condução coercitiva para Paulo Moura Ramos, atual presidente da Prodemge e sócio de Teixeira. Ainda não há informações sobre quantos mandados serão cumpridos e se há alguma prisão prevista.

A Operação Acrônimo investiga um esquema de lavagem de dinheiro em campanhas eleitorais e recebimento de vantagens indevidas por parte de agentes públicos. Nesta manhã, a polícia realizou buscas no escritório da OAS, em Brasília. Segundo a Globo News, a empresa OPR também é alvo desta fase.

 

As informações são do

Site G1

caragua mobile

Matérias Relacionadas

Saúde

Santa Catarina confirma investigação de morte por febre do maruim 

O registro foi identificado no Paraná e o paciente morreu em abril deste ano
Santa Catarina confirma investigação de morte por febre do maruim 
Esportes

Pelé realmente pode ser comparado com outros jogadores?

Ao longo da história, ele já foi comparado a Di Stéfano, Cruyff, Maradona e, mais recentemente, Lionel Messi. Para muitos, aliás, o argentino, após a conquista da Copa do Mundo de 2022, provou ser o melhor de todos os tempos
Economia

SC responde por 11% do crédito aprovado pelo BNDES no primeiro trimestre

Aprovações de financiamentos chegam a R$ 2,8 bilhões de janeiro a março, incremento de 167,5% frente a igual período de 2023
SC responde por 11% do crédito aprovado pelo BNDES no primeiro trimestre
Economia

Mercado aumenta previsão da inflação de 4% para 4,05% em 2024

Projeção de expansão da economia é de 2,15% este ano, diz BC
Mercado aumenta previsão da inflação de 4% para 4,05% em 2024
Ver mais de Brasil