Premix Concreto
Operação Lava Jato

Cármen Lúcia homologa delações da Odebrecht na Lava Jato

30 Jan 2017 - 11h43
Cármen Lúcia homologa delações da Odebrecht na Lava Jato -
Com isso, os mais de 800 depoimentos prestados pelos executivos e ex-funcionários da Odebrecht ao Ministério Público Federal (MPF) se tornaram válidos juridicamente, isto é podem ser utilizados como prova.

A expectativa agora é saber se Cármen Lúcia irá retirar o sigilo das delações, nas quais os ex-executivos citam dezenas de políticos com mandato em curso como envolvidos no pagamento de propinas. Entre os delatores está o ex-presidente do grupo Marcelo Odebrecht.

A homologação ocorre após a morte do relator da Lava Jato no STF, ministro Teori Zavascki, na semana passada, na queda de um avião no mar próximo a Paraty (RJ). Ele trabalhava durante o recesso do Judiciário para conseguir homologar rapidamente as delações.

Após a morte de Teori, restou à ministra Cármen Lúcia a prerrogativa de poder homologar as delações durante o recesso do Judiciário, por ser presidente do Supremo.

Amanhã (31) é o último dia do recesso do Judiciário.
Edição: Graça Adjuto / EBC BRASIL

Matérias Relacionadas

Segurança

Bandidos assaltam banco em Cametá, no Pará

Uma pessoa foi morta durante o conflito
Educação

MEC determina volta às aulas presenciais a partir de janeiro

A medida vale para as instituições federais de ensino superior
MEC determina volta às aulas presenciais a partir de janeiro
Geral

Habilitações vencidas em 2020 terão um ano a mais de validade

Resolução do Contran entrou em vigor hoje
Habilitações vencidas em 2020 terão um ano a mais de validade
Economia

Conta de luz ficará mais cara em dezembro

Custo será de R$ 6,243 para cada 100 quilowatts hora consumidos
Conta de luz ficará mais cara em dezembro
Ver mais de Brasil