Eleições

Câmara tem semana decisiva para Eduardo Cunha

11 Jul 2016 - 11h45
Depois de um fim de semana de intensas articulações, a Câmara dos Deputados deve escolher o sucessor de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na presidência da Casa. Depois de divergirem com relação à data do pleito, líderes partidários e o presidente em exercício da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), acordaram que a eleição deve ser realizada na noite da próxima quarta-feira (13).

No Senado, os autores da denúncia contra a presidente afastada Dilma Rousseff devem entregar, na terça, as alegações finais da fase intermediária do processo de impeachment à comissão especial que analisa o caso. Na quarta, começa a contar o prazo de 15 dias para a entrega das alegações da defesa.

Além disso, os senadores podem votar propostas polêmicas, como a que atualiza a legislação sobre crimes de abuso de autoridade.

Eleição na Câmara
Com a renúncia de Eduardo Cunha, na quinta-feira passada (7), a Câmara tem até cinco sessões para escolher um novo presidente. O eleito comandará a Casa em um mandato-tampão até fevereiro, quando novas eleições serão convocadas.

 

 

G1

Matérias Relacionadas

Geral

Grupo Malwee é reconhecido como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil

O Grupo Malwee, uma das maiores empresas de moda do país, foi reconhecido pela segunda vez, como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil pelo Guia Exame de Sustentabilidade 2019.
Grupo Malwee é reconhecido como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil
Educação

MEC levará internet a 24,5 mil escolas públicas

De acordo com a pasta, isso significa que 56% das escolas públicas passarão a estar conectadas no país. A medida deverá beneficiar 11,6 milhões de estudantes
MEC levará internet a 24,5 mil escolas públicas
Saúde

Casos de morte por dengue aumentam 5 vezes em relação ao ano passado

Em todo o país, 689 pessoas morreram de dengue até 12 de outubro
Casos de morte por dengue aumentam 5 vezes em relação ao ano passado
Geral

Proteção de dados deve ser regulada globalmente, diz historiador

Israelense Yuval Noah Harari esteve em evento de inovação em Brasília
Proteção de dados deve ser regulada globalmente, diz historiador
Ver mais de Brasil