dengue
Brasil

Brasileiros vencem competição da NASA e apresentam projeto nos EUA

O projeto dos rapazes, que têm entre 18 e 23 anos superou 2.076 projetos de 230 cidades de 83 países e foi uma das seis ideias premiadas na competição

01 Fev 2020 - 06h00Por Da Redação

Cinco brasileiros naturais da Bahia superam concorrentes de 83 países numa competição da NASA e vão para os EUA apresentar o projeto que fizeram para cuidar de oceanos.

Os estudantes Antônio Rocha, Genilson Brito, Pedro Dantas, Ramon Santos e Thiago Barbosa – da equipe Cafeína – venceram o maior Hackathon do mundo, promovido pela Nasa – o Nasa Space Apps Challenge 2019 – e agora vão conhecer a sede da entidade nos Estados Unidos.

O projeto dos rapazes, que têm entre 18 e 23 anos superou 2.076 projetos de 230 cidades de 83 países e foi uma das seis ideias premiadas na competição, informou o Correio.

Composto por três estudantes de administração, um de engenharia química e um de análise e desenvolvimento de sistemas, o grupo venceu mundialmente na categoria ‘melhor uso de hardware’ com um projeto para cuidar dos oceanos.

Como premiação, os jovens vão conhecer o Nasa Kennedy Space Center, na Flórida, nos Estados Unidos, e ter a oportunidade fazer a apresentação do projeto para a Agência Aeroespacial Americana.

O projeto

Chamado de Ocean Ride (ou carona no oceano, em tradução livre), o projeto dos brasileiros criou um dispositivo para recolher partículas de micro plástico das águas, ajudando a limpá-las.

Para realizar o ‘serviço’, o aparelho seria acoplado a grandes embarcações como navios de cruzeiro, cargueiros, ou plataformas de petróleo e atuaria como um ‘imã’ no mar.

A primeira vitória da equipe foi em Salvador, na Bahia.

Os jovens venceram em casa 250 alunos selecionados para participar entre os 525 inscritos no evento.

Depois, o Ocean Drive foi encaminhado para análise de equipes da própria agência americana e em dezembro já havia sido anunciado entre as 30 melhores ideais do mundo.

A vitória

Na última quarta-feira, 22, os meninos receberam a noticia da vitória internacional.

Representante oficial do Nasa Space na Bahia, Leka Hattori, comemorou a vitória histórica.

“Um projeto brasileiro, baiano, estar entre as trinta melhores ideias de inovação do mundo já é de se comemorar. Desde já, com a resiliência necessária a todo empreendedor, estamos avançando. A Bahia pode ser um vale do silício, mesmo com as adversidade e limitações de recurso, os olhos do mundo viraram para Salvador. A gente chegou no máximo de inovação possível, muito bom poder proporcionar isso para essas mentes brilhantes que a Bahia tem”, comemora.

Incentivo

A equipe Cafeína começou a se formar, justamente, pelo envolvimento da universidade em projetos de inovação.

É que Antônio, Pedro e Genilson, os três primeiros a integrar a equipe, cursavam juntos a disciplina informática aplicada à administração, no curso de Administração da Universidade Federal da Bahia (Ufba) quando foram desafiados.

“Na matéria, a professora nos provocou, perguntou se queríamos apenas aprender o básico ou ir além e nos desafiou a participar de hackathons como uma das formas possíveis de avaliação. Depois ela convidou a Leka para apresentar o da Nasa para a turma, ficamos com vontade e nos inscrevemos”, conta Pedro.

Leka explica que existe um tripé que foi responsável por transformar o tão famoso Vale americano naquilo que é: o apoio do poder público, investimentos da iniciativa privada e o envolvimento da educação e das universidades.

”Esse projeto que venceu não é o case de um projeto que já chegou pronto e com uma ideia muito boa apenas. Foi um projeto construído desde a base, da divulgação do evento”, conta Leka.

Além da equipe baiana, outro grupo de São Paulo, venceu em outra categoria, com um projeto que envolve o cuidado com as manchas provocadas pelo óleo nas praias.

Fonte: SóNotíciaBoa


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp! 

Matérias Relacionadas

Segurança

[Vídeo] Grave acidente bloqueia a BR-376, entre Santa Catarina e Paraná

O acidente aconteceu no sentido Santa Catarina, porém, o sentido Curitiba também foi bloqueado, já que a carga alimentícia caiu sobre as duas pistas.
[Vídeo] Grave acidente bloqueia a BR-376, entre Santa Catarina e Paraná
Política

Motoristas fazem "buzinaço" em favor de impeachment de Lula, em Joinville

A movimentação acontece após falas recentes do presidente comparando ações de Israel contra palestinos a nazistas contra judeus.
Motoristas fazem "buzinaço" em favor de impeachment de Lula, em Joinville
Economia

WEG anuncia lucro de R$ 5,731 bilhões em 2023

Resultado é 36,2% maior do que o de 2022. Empresa de Jaraguá do Sul distribui lucros aos colaboradores em março
WEG anuncia lucro de R$ 5,731 bilhões em 2023
Saúde

Santa Catarina registra mais de 200 internações por dengue em 2024

Na segunda-feira (19) pelo menos 79 pessoas estavam internadas por conta da dengue em 20 hospitais do estado
Santa Catarina registra mais de 200 internações por dengue em 2024
Ver mais de Brasil