Olimpíada

Brasileira perde e encerra participação histórica no tiro com arco nas oitavas

11 Ago 2016 - 15h48
Esta foi a primeira vez que o Brasil se colocou entre os 16 melhores de uma Olimpíada no tiro com arco. A melhor marca até então era de Renato Emilio, em 1980, em Moscou, quando foi 24º colocado.

Ane Marcelle até conseguiu dois pontos na disputa, empatando dois sets contra a britânica. Folkard, contudo, venceu por 6 a 2, levando a primeira parcial e a quarta, quando a brasileira acabou atrapalhada pelo vento e somou apenas três pontos com uma de suas flechas.

"Estou muito orgulhosa de mim, tracei um objetivo e consegui conquistar, que era chegar até as oitavas de final. Deu uma rajada muito forte, tentei ser mais forte do que o vento, mas ele acabou levando a flecha. Estou muito feliz", disse a atleta após a disputa.

No início da semana, quando Ane Marcelle avançou, Daniel Xavier, Bernardo Oliveira, Marcus Vinicius D'Almeida, Sarah Nikitin (todos na terça) e Marina Gobbi (segunda) também se despediram dos Jogos.










Matérias Relacionadas

Geral

(VÍDEO) Rio do Sul, no Alto Vale do Itajaí, registra quarta enchente em 2024

No fim de semana, a previsão de chuva indica volumes entre 50 e 70 milímetros acumulados, o que motivou a Defesa Civil a aumentar a cota de inundação para 8,5 metros e a cota de atenção para 9 metros
(VÍDEO) Rio do Sul, no Alto Vale do Itajaí, registra quarta enchente em 2024
Segurança

Fugitivo do Rio de Janeiro é preso em Jaraguá do Sul

O crime aconteceu em 2023
Fugitivo do Rio de Janeiro é preso em Jaraguá do Sul
Segurança

Entenda o golpe do Pix errado e saiba como não ser enganado

Criminosos alegam transferência por engano e pedem devolução
Entenda o golpe do Pix errado e saiba como não ser enganado
Saúde

Anvisa aprova projeto-piloto para bula digital de medicamentos

QR Code nas embalagens vai permitir acesso a informações adicionais
Anvisa aprova projeto-piloto para bula digital de medicamentos
Ver mais de Brasil