Séculus
Futsal

Brasil goleia Guatemala e encaminha classificação à semifinal do Grand Prix

06 Nov 2015 - 16h07
A torcida que compareceu ao Centro Olímpico de Uberaba na expectativa de mais um show do craque Falcão acabou voltando para casa vendo o camisa 12 em quadra por apenas alguns minutos. Poupado pelo técnico Serginho Schiochet devido a um incômodo sentido antes da partida, ele viu do banco de reservas a seleção brasileira aplicar mais uma goleada no Grand Prix. Depois dos 11 a 2 sobre Zâmbia, a vítima desta quinta-feira foi a Guatemala, que levou 9 a 0 do time canarinho, gols de Diego (dois), Betão (dois), Xuxa, Dimas, Thiaguinho, Gian e Caio. Líder do grupo A com seis pontos e 18 gols de saldo, o Brasil encaminhou a classificação à semifinal do Grand Prix. Nesta sexta, a seleção enfrenta o Paraguai pela última rodada às 21h, com transmissão ao vivo do SporTV. Na outra partida da chave, a Guatemala pega a Zâmbia às 19h45. Os paraguaios e os guatemaltecos somam três pontos cada e seguem com chances de classificação.

– Estou muito feliz por ter marcado o meu primeiro gol pela seleção. A cada partida que faço me sinto mais confiante, pois tenho entrado jogando. Nos preparamos muito para essa partida e hoje conseguimos um resultado elástico sem levar nenhum gol. Estamos evoluindo a cada jogo e esperamos estar melhores ainda na semifinal e final para ganhar esse campeonato – afirmou o goleiro Gian “Wolverine”, que contabiliza cerca de 60 gols marcados na carreira.

O JOGO

O Brasil começou a partida pressionando a Guatemala. Com menos de um minuto jogado, a seleção canarinho já havia finalizado quatro vezes contra o gol de Sanchez. Aos dois, a Guatemala atacou com perigo pela primeira vez. Em contra-golpe puxado por Aguilar, Miguel Santizo foi lançado, mas chegou atrasado para a finalização. Um minuto depois, o Brasil tirou o primeiro zero do placar. O autor do gol foi o ala Xuxa, em conclusão de média distância. O segundo gol não demorou a sair. Logo após a saída de bola, Dimas aproveitou que o rival atuava com goleiro-linha e chutou de longe para fazer 2 a 0.

Aos cinco, Falcão entrou em quadra pela primeira vez. Assim como na partida contra Zâmbia, o craque foi muito ovacionado pela torcida uberabense. Da quadra de jogo, o camisa 12 viu Diego marcar o terceiro gol brasileiro aos seis. O Brasil continuou pressionando, mesmo com o placar favorável. Aos nove, Betão carimbou o poste esquerdo de Sanchez, que contou com a sorte para não levar o quarto. Dois minutos depois, porém, não teve jeito, pois Betão arriscou de longe e marcou o seu, já com Falcão de volta ao banco. Com 4 a 0 a seu favor, o Brasil passou a tocar mais a bola e a rede só foi voltar a balançar no minuto derradeiro do primeiro tempo. O autor do gol foi Thiaguinho, que fechou o placar da etapa com um belo chute de média distância.

O Brasil manteve a mesma postura do fim do primeiro tempo no início da etapa complementar. Tocando muito a bola, a seleção assustou aos dois minutos, em finalização de Rodrigo. Aos cinco, o técnico Tomas Lopez resolveu arriscar novamente o goleiro-linha e acabou levando o sexto gol, com Betão, que balançou a rede pela segunda vez na partida. Aos seis, Thiaguinho deu um chapéu em Ruiz e concluiu por cima da meta, quase marcando um golaço.Um minuto depois, Diego tabelou com Dian e fuzilou a meta de Merida – que entrara no lugar do titular Sanchez – para fazer 7 a 0. A Guatemala mal teve tempo de respirar, pois, logo após a saída, o goleiro Gian – substituto de Tiago – arriscou da intermediária e marcou o oitavo.

Aos gritos de “Falcão cadê você eu vim aqui só para te ver”, a seleção continuou controlando a partida nos minutos finais. Por conta do placar favorável, o técnico Serginho Schiochet aproveitou os minutos finais para fazer vários testes na equipe. Um deles foi atuar com Xuxa como goleiro-linha. Mesmo com muitas modificações, o Brasil ainda conseguiu balançar a rede mais uma vez, com Caio, que fechou a conta em 9 a 0 no minuto derradeiro.

ESCALAÇÕES

Brasil: Tiago, Rodrigo, Betão, Xuxa e Dimas. Entraram: Thiaguinho, Bruno Souza, Diego, Dian, Leco, Caio, Falcão e Gian. Técnico: Serginho Schiochet,

Guatemala: Sanchez, Edgar Santizo, Bianchi, Miguel Santizo e Aguilar. Entraram: Ruiz, Gonzalez, Ucles, Dean, Toc, Sandoval, Merida, Roberto e Bryan. Técnico: Tomas Lopez.

OUTRAS PARTIDAS

Paraguai 6 x 2 Zâmbia
Colômbia 6 x 2 Uruguai
Irã 7 x 0 Angola

Notícia: GloboEporte.com / Flávio Dilascio e Felipe Santos – Uberaba, MG

 

CONFIRA A TABELA DO GRAND PRIX

Grupo A: Brasil, Paraguai, Guatemala e Zâmbia
Grupo B: Irã, Uruguai, Angola e Colômbia

Quarta-feira – 04/11 – 1ª rodada
Paraguai 3 x 6 Guatemala
Uruguai 4 x 2 Angola
Brasil 11 x 2 Zâmbia
Colômbia 1 x 4 Irã

Quinta-feira – 05/11 – 2ª rodada
Zâmbia 2 x 6 Paraguai
Uruguai 2 x 6 Colômbia
Brasil 9 x 0 Guatemala
Irã 7 x 0 Angola

Sexta-feira – 06/11 – 3ª rodada
14h – Irã x Uruguai
16h – Guatemala x Zâmbia
18h30 – Angola x Colômbia 21h – Brasil x Paraguai

Sábado – 07/11 – Semifinal
13h – 1º do grupo A x 2º do grupo B  – C
16h – 1º do grupo B x 2º do grupo A


Domingo – 08/11 – Final
08h – Perdedor C x Perdedor D
11h – Vencedor C x Vencedor D


 
GNet

Matérias Relacionadas

Segurança

Zé Trovão se apresenta à Polícia Federal em Joinville

Caminhoneiro estava foragido desde agosto
Zé Trovão se apresenta à Polícia Federal em Joinville
Economia

Lunelli alcança marca histórica de R$ 1 bilhão de faturamento

Com 4,6 mil colaboradores, a Lunelli possui unidades em Santa Catarina, São Paulo, Ceará e também no Paraguai
Lunelli alcança marca histórica de R$ 1 bilhão de faturamento
Economia

Ministro diz que privatização da Petrobras ampliaria investimentos

Paulo Guedes fez declaração em evento com presidente Bolsonaro
Ministro diz que privatização da Petrobras ampliaria investimentos
Economia

Falta de material e custos impactam a indústria da construção

Situação persiste pelo quinto trimestre seguido
Falta de material e custos impactam a indústria da construção
Ver mais de Brasil