Previsão

BC reduz para US$ 15 bilhões previsão de déficit das contas externas em 2016

24 Jun 2016 - 14h19
O Banco Central revisou a sua previsão para o resultado das transações correntes em 2016 de um déficit de US$ 25 bilhões para um déficit de US$ 15 bilhões. Apesar da melhora, a expectativa ainda é de um resultado negativo.

A conta de transações correntes é formada pela balança comercial (comércio de produtos entre o Brasil e outros países), pelos serviços (adquiridos por brasileiros no exterior) e pelas rendas (remessas de juros, lucros e dividendos do Brasil para o exterior). Trata-se de um dos principais indicadores do setor externo brasileiro.

Os números mostram que as transações correntes registraram superávit de US$ 1,2 bilhão em maio. Foi o segundo mês seguido de resultado positivo. Em abril, o superávit foi de R$ 412 milhões - o primeiro superávit mensal das contas externas desde abril de 2009, quando foi registrado um saldo positivo de US$ 124 milhões.

De janeiro a maio deste ano, porém, as transações correntes têm déficit de US$ 5,966 bilhões. Mas esse rombo é bem menor que os US$ 35,32 bilhões registrados nos primeiros quatro meses do ano passado.

Em 2015, as transações correntes encerraram o ano com um déficit de US$ 58,88 bilhões.

 

 

G1

Matérias Relacionadas

Política

Bolsonaro anuncia saída do PSL e criação da Aliança pelo Brasil

Bolsonaro anuncia saída do PSL e criação da Aliança pelo Brasil
Economia

Reforma da Previdência é promulgada pelo Congresso

Economia

Bolsonaro assina medida provisória que extingue o Dpvat

Geral

Grupo Malwee é reconhecido como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil

O Grupo Malwee, uma das maiores empresas de moda do país, foi reconhecido pela segunda vez, como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil pelo Guia Exame de Sustentabilidade 2019.
Grupo Malwee é reconhecido como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil
Ver mais de Brasil