Energia

Bandeira tarifária das contas de luz será verde pelo quarto mês seguido

27 Jun 2016 - 11h17
A bandeira tarifária que será aplicada nas contas de energia elétrica em julho será a verde, ou seja, não haverá acréscimo de valor para os consumidores. Este é o quarto mês seguido em que a bandeira definida pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) é verde.

Segundo a Aneel, entre os fatores que contribuíram para a manutenção da bandeira verde estão o resultado positivo do período úmido, que fez com que os reservatórios das hidrelétricas voltasse a encher, além do aumento de energia disponível com redução de demanda e a adição de novas usinas ao sistema elétrico brasileiro.

O sistema de bandeiras tarifárias foi adotado como forma de recompor os gastos extras das distribuidoras de energia com a compra de energia de usinas termelétricas. A cor da bandeira que é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) indica o custo da energia elétrica, em função das condições de geração de eletricidade.

Desde que foi implementado o sistema de bandeiras tarifárias, em janeiro de 2015, até fevereiro de 2016 a bandeira se manteve vermelha (com cobrança de R$ 4,50 a cada 100 quilowatts-hora consumidos). Em março, passou para amarela (com taxa de R$ 1,50 a cada 100 kWh) e, em abril, maio e junho, a bandeira foi verde.

Segundo a Aneel, a bandeira tarifária não é um custo extra na conta de luz, mas uma forma diferente de cobrar um valor que já era incluído na conta de energia, por meio do reajuste tarifário anual das distribuidoras. A agência considera que a bandeira torna a conta de luz mais transparente e o consumidor tem a melhor informação para usar a energia elétrica de forma mais consciente.

 

 

Agência Brasil

Matérias Relacionadas

Economia

Intenção de consumo das famílias cresce 0,3% em setembro, diz CNC

Foi a segunda alta consecutiva do indicador, que atingiu 92,5 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos, o melhor resultado desde fevereiro (98,5 pontos)
Intenção de consumo das famílias cresce 0,3% em setembro, diz CNC
Saúde

Contratações no setor de planos de saúde aumentam 3,4% em um ano

Número de beneficiários de planos de saúde teve queda no mesmo período
Contratações no setor de planos de saúde aumentam 3,4% em um ano
Trânsito

Em 2018, houve 69 mil acidentes em rodovias federais, diz pesquisa

Painel CNT registrou que 14 pessoas morreram por dia
Em 2018, houve 69 mil acidentes em rodovias federais, diz pesquisa
Política

Câmara retoma discussão de projeto que altera regras eleitorais

O texto regula a destinação de recursos do Fundo Partidário, autoriza o retorno da propaganda partidária semestral, e estabelece critérios para análise de inelegibilidade de candidaturas
Câmara retoma discussão de projeto que altera regras eleitorais
Ver mais de Brasil