Resultado

Balança tem superávit de US$ 489 milhões no começo de setembro

06 Set 2016 - 12h23
As exportações brasileiras superaram as importações, resultando em superávit de US$ 489 milhões da balança comercial nos dois primeiros dias úteis de setembro, informou nesta segunda-feira (5) o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

Entre 1º e 2 de setembro, as exportações somaram US$ 1,49 bilhão, com média diária de US$ 748 milhões - recuo de 2,6% sobre igual período de 2015. Já as importações totalizaram US$ 1 bilhão, com média de US$ 504 milhões por dia útil - queda de 19,8%.

Parcial do ano
No acumulado deste ano, até 4 de setembro, as exportações brasileiras superaram as importações em US$ 32,86 bilhões. Com isso, registraram crescimento frente ao mesmo período do ano passado, quando o saldo estava positivo em US$ 7,86 bilhões.

O resultado da balança no acumulado de 2016 já é maior que o superávit registrado em todo ano passado (US$ 19,69 bilhões). As informações são do site G1.

Matérias Relacionadas

Geral

Bolsonaro vai sobrevoar regiões atingidas por ciclone

O governador de Santa Catarina Carlos Moisés confirmou que vai decretar estado de calamidade pública no estado por conta dos estragos.
Bolsonaro vai sobrevoar regiões atingidas por ciclone
Saúde

Covid-19: país tem 61,8 mil mortes e 1,49 milhão de casos confirmados

Até o momento, 852 mil pessoas se recuperaram da doença
Covid-19: país tem 61,8 mil mortes e 1,49 milhão de casos confirmados
Futebol

Flamengo e Botafogo avançam às semifinais da Taça Rio

Dupla aguarda definição dos adversários nesta quinta
Flamengo e Botafogo avançam às semifinais da Taça Rio
Geral

Malwee é a primeira marca de moda brasileira a lançar linha de máscaras e t-shirts antivirais

As máscaras seguem o padrão de tripla proteção recomendado pela OMS, com 3 camadas de tecido 100% algodão, sendo as duas primeiras com repelência à água e a última camada antiviral
Malwee é a primeira marca de moda brasileira a lançar linha de máscaras e t-shirts antivirais
Ver mais de Brasil