Caraguá
Desemprego

Aumento do desemprego faz crescer desigualdade social no Brasil

20 Jun 2016 - 13h36
O aumento do número de brasileiros desempregados nos últimos meses é um dos fatores principais relacionados à volta do crescimento da desigualdade no país. A conclusão é de um estudo feito pelo professor da USP Rodolfo Hoffmann com base em dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, a diferença de renda entre as classes mais ricas e mais pobres apresentou uma elevação acentuada no primeiro trimestre deste ano. No período, a taxa de desemprego registrada foi de 10,9% da população. Para efeito de comparação, no mesmo período em 2015, quando teve início o segundo mandato da presidente Dilma Rousseff, o número de desempregados era de 7,9% da população.

Os dados analisados por Hoffmann durante os meses do segundo governo de Dilma apontam para o aumento de desemprego, a diminuição da renda das famílias e a volta do crescimento da pobreza. No entanto, apesar da recessão econômica brasileira, os representantes da classe mais rica da população tiveram aumento em suas rendas, colaborando para deixar ainda mais evidente a distância com relação à ala mais pobre de brasileiros.

 

 

Agência Brasil

Matérias Relacionadas

Saúde

Covi-19: Ministro anuncia dose de reforço para profissionais de saúde

Aplicação extra ocorrerá a partir de seis meses da imunização completa
Covi-19: Ministro anuncia dose de reforço para profissionais de saúde
Geral

Gustavo Bardim participa da final do The Voice Kids neste domingo

Cantor guaramirense precisa do apoio da população, já que, o grande vencedor do reality show será decidido pelo público, através de votação pelo site GShow
Gustavo Bardim participa da final do The Voice Kids neste domingo
Esportes

CBF divulga tabela detalhada das semifinais da Copa do Brasil

Partidas de ida serão no dia 20 de outubro e volta ocorre no dia 27
Política

[Vídeo] Renan Calheiros e Jorginho Mello batem boca e trocam xingamentos na CPI

Senadores discutiram após relator da CPI afirmar que população tem a percepção de que governo Bolsonaro é corrupto
[Vídeo] Renan Calheiros e Jorginho Mello batem boca e trocam xingamentos na CPI
Ver mais de Brasil