Caraguá
Crise

Aumento de contribuição do servidor será uma das medidas de pacote anticrise

04 Nov 2016 - 12h40
Aumento da contribuição previdenciária de servidores, redução de gratificações e também do número de secretarias devem ser alguns dos ajustes rigorosos que o governo estadual vai anunciar hoje. Fontes também sinalizam que haverá demissão de comissionados, alcançando 30% deles, mas que não seria de imediato. A extinção de cargos de vice-presidência de autarquias e fundações também é prevista.

O pacote elaborado pelo Executivo será divulgado pelo governador Luiz Fernando Pezão e tem como objetivo reduzir despesas e o déficit de caixa do estado, que já ultrapassou o limite de endividamento permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). A dívida consolidada líquida chegou a 201,91% da receita, percentual acima do permitido, que é de 200%.

O conjunto de medidas será implementado por decretos e por projetos de lei encaminhados à Alerj. O aumento da contribuição do funcionalismo, passando dos atuais 11% para 14%, por exemplo, tem que passar por aprovação do Legislativo. Também especula-se a alta da alíquota de repasse patronal (de 22%para 28%).

Algumas mudanças, como redução de pastas, extinção de cargos de vice-presidência e redução de gratificações podem ser implementadas por decreto, e podem ser publicadas no DO de hoje.

 

Jornal O Dia

Matérias Relacionadas

Economia

WEG inaugura quinta fábrica de transformadores na América do Norte

Localizada na cidade de Washington a nova fábrica recebeu investimentos de 17 milhões de dólares e será dedicada à produção de transformadores de potência até 10 MV
WEG inaugura quinta fábrica de transformadores na América do Norte
Política

Senado aprova PEC da reforma eleitoral

Texto segue para promulgação
Senado aprova PEC da reforma eleitoral
Saúde

Anvisa recomenda quarentena ao presidente e comitiva brasileira

Ministro Queiroga testou positivo para covid-19 em viagem a Nova York
Economia

Dólar fecha acima de R$ 5,30 após anúncio do Banco Central americano

Bolsa subiu 1,84%, fechando em alta pelo segundo dia seguido
Ver mais de Brasil