Caraguá
Economia

Anatel propõe mudar cálculo de reajustes de telefonia fixa

11 Nov 2016 - 11h29
A nova metodologia de cálculo do Fator de Transferência X foi apresentada na quinta-feira (10) e vai passar por consulta pública por 45 dias.

O chamado Fator X é um índice que considera os ganhos de produtividade das empresas. Todos os anos, as tarifas do plano básico de telefonia fixa são corrigidas pelo Índice dos Serviços de Telecomunicações. A partir desse valor, o Fator X é descontado. Por isso, quanto maior é o ganho de produtividade das concessionárias, maior vai ser o Fator X, e, consequentemente, o reajuste que é aplicado às tarifas vai ser menor.
Uma das principais propostas de mudança é não considerar os dados de produtividade do serviço de banda larga fixa no cálculo do índice, o que pode fazer com que o Fator X seja menor. A proposta também sugere que o cálculo seja feito individualmente por concessionária e, dessa forma, não seja mais um valor único para todas as empresas. Outra mudança proposta é a de fazer o cálculo do Fator X todo o ano, e não apenas a cada cinco anos, como acontece atualmente. Também será preciso considerar os processos de incorporações societárias das operadoras no cálculo do Fator X.

Reportagem, Bruna Goularte - Agência do Rádio

Matérias Relacionadas

Economia

Novas alíquotas do IOF começam a valer hoje

Os valores arrecadados serão utilizados para custear o Auxílio Brasil, programa do governo que deve substituir o Bolsa Família
Novas alíquotas do IOF começam a valer hoje
Geral

Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos

Atuação na TV começa na década de 60 e tem personagens marcantes
Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos
Geral

Gustavo Bardim está na final do The Voice Kids

Guaramirense conseguiu 50,85% dos votos na semifinal
Gustavo Bardim está na final do The Voice Kids
Economia

Governo anuncia leilão para compra simplificada de energia em outubro

Recomendação é do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico
Governo anuncia leilão para compra simplificada de energia em outubro
Ver mais de Brasil