Inflação

Analistas pioram projeção de inflação

29 Ago 2016 - 12h20
Economistas consultados pelo Banco Central melhoraram a estimativa para o PIB (Produto Interno Bruto), mas pioraram a projeção de inflação para o fim de 2016.

Para o ano que vem, a projeção de crescimento do PIB também melhorou, de 1,20% para 1,23%.

A projeção para a inflação continua acima do limite máximo da meta do governo. O objetivo é manter a alta dos preços em 4,5% ao ano, mas há uma tolerância de dois pontos para mais ou menos (ou seja, variando de 2,5% a 6,5%).

A estimativa para 2017 aumentou de 5,12% para 5,14%. Para os próximos 12 meses, a projeção de inflação caiu de 5,34% para 5,32%.

A inflação oficial no Brasil acelerou e fechou julho em 0,52%.

Para manter o nível de inflação esperado, o governo faz uso da política monetária, por meio da taxa básica de juros, a Selic. No mês passado, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) manteve os juros em 14,25% ao ano.

Entenda o que é o boletim Focus


Toda semana, o BC divulga um relatório de mercado conhecido como Boletim Focus, trazendo as apostas de economistas para os principais indicadores econômicos do país.

Mais de 100 instituições são ouvidas e, excluindo os valores extremos, o BC calcula uma mediana das perspectivas do crescimento da economia (medido pelo Produto Interno Bruto, o PIB), perspectivas para a inflação e a taxa de câmbio, entre outros.

Mediana apresenta o valor central de uma amostra de dados, desprezando os menores e os maiores valores. Com informações da Agência Reuters.

Matérias Relacionadas

Saúde

Anvisa autoriza testes para outra vacina contra covid-19

Medicamento será o segundo do tipo a ser testado no Brasil
Anvisa autoriza testes para outra vacina contra covid-19
Geral

Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 33 milhões

A quina teve 75 apostas vencedoras cada uma receberá R$ 36.939,97
Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 33 milhões
Economia

IBGE mostra 83,5 milhões de ocupados na segunda semana de junho

Resultado aponta estabilidade ante a semana anterior
IBGE mostra 83,5 milhões de ocupados na segunda semana de junho
Geral

Governo destinará R$ 500 milhões para proteger mata nativa da Amazônia

Programa Floresta+ começa com projeto-piloto no Norte do país
Governo destinará R$ 500 milhões para proteger mata nativa da Amazônia
Ver mais de Brasil