dengue
Inflação

Alta nos combustíveis eleva inflação em setembro

08 Out 2018 - 20h30

Com o crescimento, o acumulado de 2018 atingiu pela primeira vez a meta estabelecida pelo Banco Central, com 4,53%. A meta do BC é de 4,5%. O resultado de setembro vem bem acima da queda de 0,09% registrados em agosto.



De todos os setores analisados pelo IBGE, apenas vestuário e comunicação apresentaram quedas. O gerente da pesquisa, Fernando Gonçalves, explica a alta dos combustíveis foi o que mais fez a inflação avançar.


“Nesse resultado de setembro especificamente, com esse 0,48%, a maior influência nesse número veio por conta do grupo dos transportes, mais especificamente dos combustíveis. Esse grupamento que têm: gasolina, etanol, óleo diesel e o gás veicular ele subiu 4,18% neste mês. Esse crescimento representou 0,24 pontos percentuais no índice. Ou seja, metade do índice de setembro pode ser explicado por essa variação nos combustíveis.”

Agência Rádio Mais

Matérias Relacionadas

Educação

Moraes dá 10 dias para SP explicar modelo de escolas cívico-militares

PT questiona constitucionalidade do modelo educacional
Moraes dá 10 dias para SP explicar modelo de escolas cívico-militares
Geral

INSS confirma exposição de dados de até 40 milhões de segurados

Cadastro de aposentados e pensionistas teve segurança reforçada
INSS confirma exposição de dados de até 40 milhões de segurados
Educação

Professores de universidades e instituições federais encerram greve

Termo de acordo será assinado na quarta-feira (26)
Professores de universidades e instituições federais encerram greve
Saúde

Ortopedistas alertam para risco de queda de idosos; saiba como evitar

Dia Mundial de Prevenção de Quedas em Idosos é lembrado nesta segunda
Ortopedistas alertam para risco de queda de idosos; saiba como evitar
Ver mais de Brasil