Caraguá
Inflação

Alta do feijão tem forte desaceleração

24 Ago 2016 - 12h59
O Índice de Preços ao Consumidor - Amplo 15 (IPCA-15), considerado uma prévia da inflação oficial, perdeu força de julho para agosto, ao passar de 0,54% para 0,45%, segundo informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira (24). Apesar da desaceleração observada, a taxa de agosto é a maior para o mês desde 2004, quando o indicador subiu 0,79%.

De julho para agosto, o que mais contribuiu para que o IPCA-15 desacelerasse foi a alta de preços dos alimentos, que recuou de 1,45% para 0,78%. Dentro desse grupo, o feijão carioca, considerado o novo vilão da inflação, subiu bem menos de uma prévia para a outra, passando de um aumento de 58,06% para uma alta menor, de 4,74%.

Alguns produtos registraram queda de preços em agosto. Em agosto, ficaram mais baratos cebola (-22,81%), batata-inglesa (-18%) e hortaliças (-9,01%). As informações são do G1.

Matérias Relacionadas

Geral

Ambev confirma que vai aumentar preço da cerveja em outubro

Prepare o bolso. cervejaria Ambev vai aumentar o preço das cervejas a partir deste sábado (2)
Ambev confirma que vai aumentar preço da cerveja em outubro
Saúde

Saúde Ministério da Saúde orienta dose de reforço em idosos acima de 60 anos

Anúncio foi feito pelo ministro Marcelo Queiroga pelas redes sociais
Saúde
Ministério da Saúde orienta dose de reforço em idosos acima de 60 anos
Economia

WEG anuncia parceria com a Peugeot para venda de estações de recarga para veículos elétricos

O anúncio foi oficializado durante o lançamento do novo veículo elétrico da Peugeot
WEG anuncia parceria com a Peugeot para venda de estações de recarga para veículos elétricos
Economia

Petrobras é responsável por 34% do total do preço da gasolina

Não há mudança na política de preços da empresa, diz presidente
Petrobras é responsável por 34% do total do preço da gasolina
Ver mais de Brasil