Bancos

Agências bancárias não abrem no dia 30

13 Dez 2016 - 10h49
Quem precisa fazer pagamentos ou resolver pendências no banco ainda em 2016 precisa se apressar. As agências bancárias não vão funcionar na sexta-feira, dia 30 de dezembro.

O anúncio foi dado pela Federação Brasileira de Bancos. O último dia útil, ou seja, em que as agências vão funcionar normalmente é 29 de dezembro. Depois disso, elas só reabrem no dia 2 de janeiro de 2017.

Contas de água, luz, telefone e TV a cabo, além de carnês que estiverem com vencimento nas datas em que as agências tiverem fechadas podem ser pagos no primeiro dia útil após o feriado, sem incidência de multa.

A Febraban relembra que os tributos já vêm com data ajustada em relação ao calendário de feriados, tanto estaduais quanto municipais. As transações podem ser feitas normalmente online, pelo telefone, nos caixas eletrônicos e em correspondentes como Correios e Lotéricas. Contas com códigos de barra e boletos podem ser pagos diretamente nos caixas automáticos ou por meio de Débito Direto Autorizado.

Na sexta-feira, dia 23, véspera do feriado de Natal as agências funcionam normalmente.

 

Central de Jornalismo

Matérias Relacionadas

Economia

IBGE mostra 83,5 milhões de ocupados na segunda semana de junho

Resultado aponta estabilidade ante a semana anterior
IBGE mostra 83,5 milhões de ocupados na segunda semana de junho
Geral

Governo destinará R$ 500 milhões para proteger mata nativa da Amazônia

Programa Floresta+ começa com projeto-piloto no Norte do país
Governo destinará R$ 500 milhões para proteger mata nativa da Amazônia
Futebol

Fluminense avança e Vasco é eliminado da Taça Rio

Apesar da má atuação a equipe de Odair Hellmann garantiu a liderança do Grupo B
Fluminense avança e Vasco é eliminado da Taça Rio
Geral

Bolsonaro vai sobrevoar regiões atingidas por ciclone

O governador de Santa Catarina Carlos Moisés confirmou que vai decretar estado de calamidade pública no estado por conta dos estragos.
Bolsonaro vai sobrevoar regiões atingidas por ciclone
Ver mais de Brasil