Covid - 19
Segurança

Ações do Plano Nacional de Segurança devem ser antecipadas no Rio Grande do Sul

11 Nov 2016 - 10h28
Ações de combate à criminalidade, previstas no Plano Nacional de Segurança Pública, devem ser antecipadas em dezembro no Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte - estados onde a crise de violência levou o governo federal a autorizar a presença de agentes da Força Nacional de Segurança para ajudar no combate ao crime. O ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, anunciou nesta semana que o Plano Nacional de Segurança Pública vai começar a ser implantado a partir do ano que vem.

Em terras gaúchas, a violência foi o assunto mais debatido entre os candidatos das maiores cidades do estado nas eleições deste ano. A preocupação dos cidadãos com o tema pode ser explicada a partir de uma comparação entre o primeiro semestre de 2015 e o mesmo período de 2016. Os dados mostram crescimento significativo da ocorrência de crimes como roubo (de 37.124 para 44.390 casos), roubo de veículo (de 7.930 para 9.225 casos) e latrocínio (de 66 para 89 casos), segundo números da Secretaria de Segurança Pública.

 

Agência Brasil

Matérias Relacionadas

Geral

Junho registra mais de 653 mil pedidos de seguro-desemprego

Resultado representa queda de 32% na comparação com maio
Junho registra mais de 653 mil pedidos de seguro-desemprego
Saúde

Governo do Rio vai multar em R$ 106 pessoas sem máscaras

Multa chegará a R$ 700 no caso de pessoas jurídicas
Governo do Rio vai multar em R$ 106 pessoas sem máscaras
Política

Mulher de Queiroz volta para casa e cumprirá prisão domiciliar

Por decisão judicial, Márcia Aguiar usará tornozeleira eletrônica
Mulher de Queiroz volta para casa e cumprirá prisão domiciliar
Economia

Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio estimado em R$ 40 milhões

Apostas podem ser feitas até as 19horas
Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio estimado em R$ 40 milhões
Ver mais de Brasil