Unimed - Capa
Segurança

Ações do Plano Nacional de Segurança devem ser antecipadas no Rio Grande do Sul

11 Nov 2016 - 10h28
Ações de combate à criminalidade, previstas no Plano Nacional de Segurança Pública, devem ser antecipadas em dezembro no Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte - estados onde a crise de violência levou o governo federal a autorizar a presença de agentes da Força Nacional de Segurança para ajudar no combate ao crime. O ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, anunciou nesta semana que o Plano Nacional de Segurança Pública vai começar a ser implantado a partir do ano que vem.

Em terras gaúchas, a violência foi o assunto mais debatido entre os candidatos das maiores cidades do estado nas eleições deste ano. A preocupação dos cidadãos com o tema pode ser explicada a partir de uma comparação entre o primeiro semestre de 2015 e o mesmo período de 2016. Os dados mostram crescimento significativo da ocorrência de crimes como roubo (de 37.124 para 44.390 casos), roubo de veículo (de 7.930 para 9.225 casos) e latrocínio (de 66 para 89 casos), segundo números da Secretaria de Segurança Pública.

 

Agência Brasil

Matérias Relacionadas

Economia

Dólar fecha em R$ 5,37 e tem maior queda em uma semana

Euforia global faz bolsa encostar em 110 mil pontos
Geral

Morre aos 69 anos o jornalista Fernando Vanucci

A causa da morte não foi divulgada pela família. 
Morre aos 69 anos o jornalista Fernando Vanucci
Esportes

Jogo de roleta: A versatilidade que permitiu que ele fosse além dos jogos de cassino

O jogo de roleta surgiu na França e, ao que tudo indica, quem criou este elemento tão importante dos cassinos foi Blaise Pascal
Jogo de roleta: A versatilidade que permitiu que ele fosse além dos jogos de cassino
Geral

Morre Francisco, pai dos sertanejos Zezé di Camargo e Luciano

Ele estava internado em um  hospital particular em Goiânia há 14 dias
Morre Francisco, pai dos sertanejos Zezé di Camargo e Luciano
Ver mais de Brasil