Pesquisa

74% dos brasileiros não mudaram de empresa no 1º semestre

01 Jul 2016 - 11h06
Pesquisa da Randstad, fornecedora global de soluções em recursos humanos, mostra que 74% dos brasileiros permaneceram na mesma empresa ao longo do primeiro semestre deste ano. A A maior parte – 67% – permaneceu não só no mesmo emprego, mas também no mesmo cargo. Os demais (7%) somente migraram para outra função, mas se mantiveram vinculados ao mesmo empregador.

A pesquisa foi feita em 34 países. Em cada país, foram entrevistados ao menos 400 profissionais, com idade entre 18 e 65 anos e que trabalham, no mínimo, 24 horas semanais para algum empregador (não incluídos os autônomos).

Esse cenário, embora demonstre que a maioria dos entrevistados se manteve no mesmo posto e, aparentemente, aponte o receio dos profissionais em se movimentar no mercado neste momento de crise econômica, quando comparado com os resultados obtidos nos outros países pesquisados, o Brasil se posiciona como a 4ª nação com maior índice de mobilidade no trabalho. Isso quer dizer que nos outros 30 países que participaram do levantamento as pessoas trocaram menos de empresa e cargo.

Em Luxemburgo, por exemplo, 95% dos entrevistados não realizaram nenhum movimento na carreira nos últimos seis meses. Já na Índia, 51% não mudaram de função e tampouco de empregador, posicionando-se como a nação com menor nível de movimentação no ranking.

Segundo a pesquisa, 17% dos brasileiros entrevistados optaram por se transferir para outra empresa, ainda que realizando a mesma atividade. A iniciativa de arriscar e apostar em uma mudança total, partindo para um cargo e um empregador diferente, foi a opção de 10% dos respondentes. O índice na Índia mostrou-se bem parecido ao do Brasil, com 9%.

 

 

G1

Matérias Relacionadas

Economia

Quase 230 municípios devem decretar calamidade nas contas públicas em 2020

Levantado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), o número é maior do que o registrado no ano passado, quando 69 prefeituras emitiram esse tipo de decreto
Quase 230 municípios devem decretar calamidade nas contas públicas em 2020
Economia

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 170 milhões

De acordo com a Caixa, o valor do prêmio, caso aplicado na poupança, poderia render aproximadamente R$ 440 mil por mês.
Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 170 milhões
Polícia

Operação Luz na Infância 6: Polícia Civil prende nove pessoas em flagrante em SC

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Florianópolis, São José, Joinville, Blumenau, Criciúma, Lages, Itapiranga, Imbituba e Balneário Camboriú.
Operação Luz na Infância 6: Polícia Civil prende nove pessoas em flagrante em SC
Economia

Banco do Brasil atinge lucro recorde de R$ 17,8 bilhões em 2019

Resultado é 32,1% superior ao registrado em 2018
Banco do Brasil atinge lucro recorde de R$ 17,8 bilhões em 2019
Ver mais de Brasil