Eleições 2020
Inflação

51,8% dos reajustes salariais ficaram abaixo da inflação em agosto

28 Set 2016 - 11h31
Mais da metade (51,8%) dos reajustes salariais negociados no mês de agosto ficaram abaixo da inflação dos 12 meses anteriores, medida pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), que foi de 9,6%. Os dados são da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), com dados do Ministério do Trabalho e Emprego.

Contudo, a média dos reajustes salariais em agosto foi igual à inflação acumulada nos 12 meses anteriores. Nas convenções coletivas, o ajuste mediano foi de 9,6%, e nos acordos coletivos, de 9,0%.

O estado do Acre apresentou o menor reajuste salarial em agosto, com perda de 5,6% em relação à inflação do período. Já a categoria com a maior perda salarial frente ao INPC foi extração e refino de petróleo (-3,9%).

Segundo o levantamento, a média do piso salarial com vigência em agosto foi de R$ 1.060 (20,4% maior que o salário mínimo, hoje em R$ 880). Nas convenções, o piso mediano foi de R$ 1.115, enquanto nos acordos, R$1.060.

 

As informações são do

Site G1

Matérias Relacionadas

Eleições 2020

Tire suas dúvidas sobre as eleições municipais

Na microrregião, mais de 181,9 mil eleitores devem ir urnas neste ano.
Tire suas dúvidas sobre as eleições municipais
Economia

Confaz divulga nova tabela de preços médios de combustíveis

Decisão saiu no Diário Oficial de hoje
Confaz divulga nova tabela de preços médios de combustíveis
Economia

Confiança do comércio recua 3,8 pontos em outubro, diz FGV

Indicador passou para 95,8 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos
Confiança do comércio recua 3,8 pontos em outubro, diz FGV
Economia

Mercado financeiro eleva projeção da inflação para 2,99%

Produto Interno Bruto (PIB) deve crescer 3,42% em 2021
Mercado financeiro eleva projeção da inflação para 2,99%
Ver mais de Brasil